LifeStyle

Através do espelho

Hoje voltei a ler Alice, agora o outro volume “Através do espelho”, ela continua mais pirada do que no livro anterior. Ela fala consigo mesma, e com quem ou o que estiver por perto. Funciona como um ser superior que gosta de manipular os menores, afinal, ela tem direito, o mundo é dela…

Talvez todos devêssemos ter um pouquinho de Alice, talvez as coisas fossem mais inteligentes, e não teriamos o cenário que temos hoje na política. Hoje assumo, eu tenho vergonha de meu país. Descobri que todas as coisas boas que me contaram na infância, não era tão real assim: o brasileiro é um povo bom, hospitaleiro, mentira! É um povo burro, que gosta de tirar vantagens e que acha bonito subir mostrando sua ignorância, bem do tipo: ele venceu! Venceu o quê?

Deixa ir embora esse momento revoltoso, mas fico me perguntando sobre o que posso fazer para mudar isso?! E me vem uma resposta que tive a muito tempo atrás: mude a si mesmo. E de novo: Puxa tão fácil! Será que funciona?

Pior que está, pode sim… é a realidade.

Alguma sugestão? Algum amigo bomba, ou algum kamikaze por ai? Alguma idéia?

Criatura da área de exatas que ama ler e estudar além de esconder-se na bolha. Típico né? Apenas buscando um lugar discreto e elegante ao sol. Programadora web, leitora compulsiva, ama o belo e exótico, apreciadora de uma boa música.