Literatura

Contos de Grimm

Contos de Grimm de Jacob e Wilhelm Grimm (Editora Itatiaia)

Acho difícil falar sobre Contos de Grimm, pois me sinto totalmente suspeita, afinal, adoro a versão de contos de fadas que eles trazem. Bom, pelo menos nessa versão que li, o mito de contos macabros pode ser aplicada a apenas 20% (em uma estimativa bem por cima). São contos ricos e nem todos parececidos com as versões que conhecemos, eu adorei a Cinderela que eles retratam, porém continuo gostando do Gato de Botas de Perrault, apenas questão de gosto. Algo que vale a pena atentar ao fato, de conhecer os contos antes de sair lendo para uma criança, dei sorte em alguns casos (ufa), fico imaginando se a imagem do garoto que foi cortado em pedacinhos, e virou chouriço que o pai comeu sem saber, não me sai da cabeça… /o

Percebi em outros contos, que os irmãos gostam de aplicar a repetição, normalmente existem 3 desafios, ou algo precisa ser feito 3 vezes, em 3 luas, 3 noites, mas, ao contrário do que possa parecer, não torna-se maçante, fica divertido. Outros contos, são tão moralistas, que lembro-me, assim como no caso de fábulas, de já te-los recebido por email (sem devidos créditos claro), é o caso do conto, em que os pais cuidam do avô, de maneira bem desprezível, apenas porque devido a sua idade, não conseguia comer nem segurar o talher direito, ficando ao ponto de comer num prato de madeira, numa mesa nos fundos, até que o netinho diz que estava pegando material (madeira) para fazer os pratos, para quando seus pais ficassem velhinhos. Os pais ficam chocados, e percebem o erro, voltam o avô para a mesa e começam a cuidar e dar-lhe a devida atenção.

Nessa edição, são 99 contos, a maioria conhecida, como Cinderela, Rapunzel, Chapéuzinho Vermelho, os 12 sapatos estragados, a princesa e o sapo, o gato de botas, entre outros, senti falta de João e o pé de feijão (em uma alusão ao começo do filme Irmãos Grimm). São 595 páginas de muita viagem, engraçado como os animais falam, como nas fábulas, e sempre são humanos enfeitiçados, e quem os escuta, acaba ganhando uma grande recompensa.

Minha nota para a leitura, um 5 (já disse que sou suspeita), mas acho que fluiu tão bem, e me fez sentir muito leve, afinal, viajar para tantos reinos enfeitiçados, encontrar moleiros pobres, alfaites, condes, florestas encantadas, conhecer fadas nem tão boas, e ouvir o bendito clichê: “e claro, foram felizes até o fim de seus dias…”

Enquanto isso, vou construindo minha história, nas páginas da vida, e ser feliz para sempre… 😀

Beijinhos

Criatura da área de exatas que ama ler e estudar além de esconder-se na bolha. Típico né? Apenas buscando um lugar discreto e elegante ao sol. Programadora web, leitora compulsiva, ama o belo e exótico, apreciadora de uma boa música.

  • Que linda sua resenha!!! Fiquei muito inspirada em ler o livro!!! Beijos