Família

A Fada do Dente

Neste último domingo o primeiro dentinho de leite do Gi caiu, por livre e espontânea vontade, ele mesmo quem tirou! Ficou feliz da vida e quando questionado se iria jogar o dente no telhado, ele respondeu prontamente: “Que telhado o que? Nem tenho telhado!!! Vou por embaixo do travesseiro para a Fada do Dente“.

Admito que apenas comecei a ouvir falar na tal fada somente após o nascimento do filhote. Primeiro com Charlie e Lola, e depois, com… srsrs… com o Barney. E assim, juntos alimentamos o mito!

A presença da Fada do Dente foi esperada logo que o dentinho ficou mole. E é algo como um “papai noel” ou “coelhinho da páscoa”, mas dessa vez, quem sabia os detalhes do mito era o próprio Giovanne. Ele contou que a Fada só vem quando a criança dorme e que o dentinho não pode ter cáries, e a fada deixa uma moeda ou uma nota (concordo que hoje não se faz nada animador com UMA moeda, plausível ser uma nota). E assim, vi o filhote ansioso e pedir para eu dormir logo também. Enquanto a “Fada” se preocupou em fazer tudo direito: Deixar a nota E pegar o dente. Claro, eu dei uma ajudinha para a Fada, sugestionei o a não colocar o dentinho tão no meio, “vai que cai da cama né?”. Domingo a noite, filhote dormiu cedo, rápido e sem reclamar.  😀

Na segunda a noite, me contou que  a Fada deixou a notinha, o dente sumiu, e que acha que a viu, até desenhou para mim. Ela tem uma roupa branca, uma coroa que parece dente e uma varinha, com um dente na ponta. 😀

Diante de toda essa história, fui atrás do mito e de mais detalhes, como origem e tudo mais. Encontrei de tudo, desde piadas, vídeos, encantamentos, histórias… menos a origem. Aliás, com relação a origem, apenas existem teorias. Uma plausível, é a viking, em que diz que os pais, como responsáveis pelo filho, deve sumir com o dente para que este não caia em mãos erradas, e daí, vem a história da Fada, que nada mais é que os pais tomando algo “amigavelmente” para proteger a criança. Quem tiver uma origem mais convincente, fique a vontade!!

Deixo aqui um link para o encantamento (tá, vou relevar se quiser chamar de “simpatia”, arg) que encontrei no Pagaozinho – educando pequenos pagãos e uma historinha no A Fada dos Dentes. Ah, e já ia me esquecendo, o vídeo é para reflexão: não adianta tentar enganar a fada! 😀

Beijinhos

Criatura da área de exatas que ama ler e estudar além de esconder-se na bolha. Típico né? Apenas buscando um lugar discreto e elegante ao sol. Programadora web, leitora compulsiva, ama o belo e exótico, apreciadora de uma boa música.

  • Gostei do lance viking… Quando criança eu jogava no telhado, nem embro pra que mesmo… rsrs Bjos

  • Eu tenho 10 aninhos e sempre que cai meu dentinho boto debaixo do travisseiro no dia seguinte tem uma notinha ou moedinha debaixo do meu travisseiro oque eu adoro ja joguei encima do telhado mas me arrependi.
    No meu primeiro dentinho que caiu minha avó me ajudou a tira e jogu encima do telha