LifeStyle

Qual será o seu legado?

Há um tempinho atrás li uma biografia de Jobs, e desde então mudei a visão que tinha do Pirata de Silicon Valey. Como já havia mencionado, ninguém é 100% ruim, como costumam pintar muitos por ai. Tudo bem, que imagino que a partir de hoje acredito que isso mude, pois existe uma certa inconstância em que pessoas são eleitas heroínas quando não mais pertencem a matrix este plano.

Longe de mim querer prestar homenagem, na verdade, somente quero lembrar que existem pessoas que dão a volta por cima, e vivem de fato a realidade como se fosse um sonho. Enquanto muitos sonham que estão vivendo. Às vezes, precisamos de um “acorda” da vida para que façamos algo realmente importante que fique como um legado para a próxima geração. Será que o robozinho existiria? Será que tanta parafernália que temos hoje (e que ajuda bastante a otimizar nosso tempo) existiria? Imagino que com certeza algum outro teria o mérito de ser dono deste sonho. Acredito que outro seria o inspirador para outras criações, mas não foi, ele acreditou no sonho e o transformou em realidade, claro, tinha que inovar, e aceitando sua natureza, exagerando um pouco, ele conseguiu fazer com que outras pessoas fizessem o que acreditavam impossível que nunca conseguiriam. Ele puxou a fila, e muitos o seguiram e ainda seguem seus pensamentos. Tudo isso por causa de uma teimosia nata e uma doença maldita. Maldita mesmo?? Tem certeza, acredito que quem realiza-se em vida, e o faz por vontade e não por obrigação, viveu mais plenamente do que muitos que se privam para poupar a sobrevida que possuem.

E você, tem vivido até o último instante, ou apenas sobrevive?

“Se hoje fosse o último dia de minha vida, queria fazer o que vou fazer hoje? E se a resposta fosse Não muitos dias seguidos, sabia que precisava mudar algo.” (Steve Jobs)

Você faz o que gostaria de fazer?

Fica para reflexão.

Leia também: Steve Jobs – Nunca haverá outro igual.

Criatura da área de exatas que ama ler e estudar além de esconder-se na bolha. Típico né? Apenas buscando um lugar discreto e elegante ao sol. Programadora web, leitora compulsiva, ama o belo e exótico, apreciadora de uma boa música.

  • Eu tenho vivido o máximo, embora ache que esse máximo está bem longe do que consideraria ideial… Enfim, estou vivendo e fazendo a diferença, creio nisso! Bjos

    • Então Li sinta-se vitoriosa, pois a maioria apenas sobrevive. :-/

      • As pessoas vivem uma pseudo felicidade Ro, não sentem, andam robotizadas… e eu poderia falar horas sobre o assunto, citar nomes e exemplos!