Literatura

Fábulas, de Paulo Coelho

Despeço-me do Desafio Literário 2011 com uma leitura leve e que virou uma deliciosa leitura para o dia-a-dia, e, diferente das leituras que fiz no início deste ano, tanto de Esopo, como de La Fontaine, posso ler para meu filhote sem receios (de que ele não entenda). A proposta de Paulo Coelho com o Fábulas a meu ver foi totalmente atendida, a adaptação (e atualização) das fábulas já conhecidas para nosso tempo  ficou usual. Note que não estou dizendo para abandonar os clássicos, longe disso, só estou frisando que tentei ler os originais para meu filho e não chamou tanto a atenção quanto com a versão atualizada. As ilustrações também fizeram sua vez em chamar atenção e ilustrar a fábula, pena que não foram para todas, sendo somente para algumas, meu filho sempre que folheia o livro, pede para ler as que ele consegue identificar no mínimo do que se trata.

A leitura flui livre, leve e solta, bem mais leve que nos originais, e bem mais divertidas. Achei-as em geral menos cansativas, eu diria que é uma leitura de “uma sentada”, me policiei para não devorá-lo tão rápido assim, afinal queria degustá-lo e não acabar com a graça tão rapidamente, como se por mera obrigação.

Para quem já leu o Manual do Guerreiro da Luz ou Maktub irá identificar algumas das histórias, bem assim são as releituras, um retrato fiel de uma obra eternizada…

O menino no riacho

Um menino estava nadando na beira de um riacho quando foi levado pela correnteza para um lugar mais profundo.

Já estava quase se afogando, quando um homem que passava por perto escutou seus gritos e se aproximou.

“Você não devia entrar nesse rio, porque é muito perigoso!”, disse o homem.

E o menino respondeu:

“Por favor, senhor sábio, primeiro me ajude e depois me dê um sermão.”

Em tempos de crise, ajude e não critique.

Vale a pena a diversão!

Minha nota aqui é 5.

Título: Fábulas – Histórias de Esopo e La Fontaine para o nosso tempo
Autor: Paulo Coelho
Ilustração: Alarcão
Editora: Benvirá
Páginas: 124

Até a próxima!

Criatura da área de exatas que ama ler e estudar além de esconder-se na bolha. Típico né? Apenas buscando um lugar discreto e elegante ao sol. Programadora web, leitora compulsiva, ama o belo e exótico, apreciadora de uma boa música.