Literatura

A Maldição do Mago, de Joseph Delaney

10_a_maldicao_do_mago
Não via a hora de pegar essa continuação, o primeiro foi o Aprendiz do Mago, que li a pouco tempo, e posso dizer que não me decepcionei. Tanto com as situações de “tapa na cara sutil” como na dualidade bem/mal que todos possuem dentro de si.
É o tipo de livro que você consegue ler num instante, e se diverte com sua aventura, é simples, fácil de contar e, agora, estou super curiosa para seguir na continuação. As vezes conto o desempenho da leitura pelo tempo lido. Apenas não consigo acompanhar esse tempo com a escrita, aí, é outra história.
Nessa continuação, o jovem aprendiz Tom dessa vez encara o Inquisidor, e puxa, eu que achei que estávamos livres desses idiotas preconceituosos nesse universo, mas enfim, não muda nada, são idiotas e levam outros idiotas a fazerem coisas mais idiotas. E depois ele ainda tem que enfrentar o cara da capa do livro, uma entidade chamada de Destruidor, que já foi um deus, mas, pelo visto, algo não correu muito bem. Tom acaba aprendendo mais um pouco e percebe que usar a intuição acaba sendo super útil. Além de confiar em quem lhe é próximo. Ah, ele aprende também que a desobediência pode salvar vidas, ou seria seu Mestre a aprender essa lição?
– A minha mãe contou-me que atirar uma bruxa na água não é conclusivo – referi. – Só os tolos recorrem a esse método.
– Não, Tom, o Inquisidor não é nenhum tolo.
Existe um motivo para tudo o que ele faz, disso pode ter certeza. É ganancioso. Ganancioso por dinheiro. Ele vendeu a cabana da minha tia e guardou o dinheiro. Nós vi-mo-lo a contá-lo. É o que ele faz. Chama de bruxa as pessoas, afasta-as do caminho e fica-lhes com as casas, a terra e o dinheiro. E mais, gosta do seu trabalho. Há escuridão nele. Ele diz que o faz para livrar o  Condado de bruxas, mas é mais cruel do que qualquer bruxa que eu tenha conhecido – e não fica por aí.
Nota 5 (1 – 5) .
Autor: Joseph Delaney
Título: A Maldição do Mago
Número de páginas: 181 (epub)
Ano de publicação: 2007

Beijinhos

Criatura da área de exatas que ama ler e estudar além de esconder-se na bolha. Típico né? Apenas buscando um lugar discreto e elegante ao sol. Programadora web, leitora compulsiva, ama o belo e exótico, apreciadora de uma boa música.