Literatura

Millennium 1: Os Homens que não amavam as mulheres, de Stieg Larsson

06-Os-Homens-Que-Não-Amavam-As-Mulheres

Finalmente deparei-me com Stieg Larsson, ensaiei por um bom tempo, é verdade, mas, nesse mês resolvi encarar a leitura e fiquei muito surpresa. Talvez por não esperar tanto, e por algum motivo nunca ter ouvido esse nome forte nos meus círculos, começo a questionar se ando frequentando as rodas certas.

Tive um pouco de dificuldade no início, isso com relação a nomenclatura, mas depois de adaptada, a história fluiu de tal forma, que ao final não conseguia mais parar, e quando digo “ao final”, eu quero dizer mais ou menos 200 páginas. 🙂

Temos uma história super amarrada e com personagens exóticos e cativantes a sua maneira. Um mistério de 40 anos e um ricaço excêntrico, ou seja, ambiente fácil para tudo dar errado, mas ao final, o caos foi resolvido, e a parte mais interessante, foi que tudo começou a tomar forma de um jeito tão óbvio, que não achei forçado. Eu simplesmente gostei, e já emendei a leitura para o volume 2.

Outra coisa que achei interessante foi que, sendo uma trilogia, imaginei que o mistério seria solucionado apenas no terceiro, mas, enfim, tudo foi solucionado, então, temos uma história com começo, meio e fim, e a tal trilogia, apenas mantém os personagens e o plano de fundo.

Agora, estou me preparando para ver o filme, vamos ver se o 007 se saiu um bom Mikael Blomkvist. E, vamos ver se o filme supera a enorme expectativa que criei ao ler o livro.

Dando uma zapeada pela web, vi que, apesar da morte do autor, parece que a história não acabou na trilogia e um novo escritor foi contratado para dar continuidade a série. O livro já foi lançado, mas até onde vi, ainda não chegou por aqui. Bom, enquanto isso, tenho muitas páginas pela frente e, 3 filmes para assistir. 🙂

“Um dia você também verá que a força acaba nos faltando, mas não sou hipocondríaco nem senil. Tampouco obcecado pela morte, porém estou na idade em que devo aceitar que meu tempo está chegando ao fim. Há um momento em que se tem vontade de fazer um balanço e resolver o que ficou inacabado. Entende o que quero dizer?”

“Mikael franziu as sobrancelhas. Não disse nada por um bom tempo. A síndrome de Asperger, pensou. Ou algo parecido. Um talento para ver esquemas e entender raciocínios abstratos onde os outros não vêem senão completa desordem.”

Nota 5 (1 – 5) .

Autor: Stieg Larsson
Título: Millennium 1: Os Homens que não amavam as mulheres
Número de páginas: 528
Ano de publicação: 2005

Beijinhos

Criatura da área de exatas que ama ler e estudar além de esconder-se na bolha. Típico né? Apenas buscando um lugar discreto e elegante ao sol. Programadora web, leitora compulsiva, ama o belo e exótico, apreciadora de uma boa música.