Literatura

A Batalha, de Joseph Delaney

09-livro4-a-batalha

Depois de um tempinho voltei a encarar as Crônicas de Wardstone, acho que consegui dar um bom fôlego depois do último. E, como nos anteriores, a vontade de sair lendo tudo em seguida voltou. Já estou com pelos menos os dois seguintes em mãos, em breve eles também aparecerão por ai. Sobre o filme, depois de ver trailer, título, e críticas, talvez um dia, se sair na Netflix eu assista. Enquanto isso, os livros são muito bons. 🙂

Em A Batalha já temos um Tom mais maduro, mas a mesma teimosia e falta de tato em cair em armadilhas, bom, ao menos, agora ele tem uma ligeira noção de que está caindo logo no início, mas isso não muda muita coisa, ele continua seguindo o caminho e improvisando muito bem em suas escapadas. Agora, sua nova aventura é enfrentar os clãs de bruxas que ficaram fortes e Pendle e resolveram se unir para invocar o mal. Gente, todo mundo resolve que é uma boa ideia invocar o tal, e acham que vai ficar tudo bem, enfim. Alguns dos segredos da mãe de Tom são revelados, e suas tias aparecem para dar uma forcinha. A história te prende do início ao fim, e  estou ficando cada vez mais preocupada em que Joseph resolva dar uma de George e matar o mago em algum momento. Crises da literatura.

“- Amor – debochou Tibb. – Amor é uma ilusão que prende os mortais aos seus destinos. E agora sua mãe arriscou tudo na possibilidade de destruir o que a minha senhora preza. Ela quer destruir as trevas e criou você para ser sua arma.”

“Mas, anime-se rapaz. Onde existe a vontade existe o jeito.”

Nota 5 (1 – 5) .
Autor: Joseph Delaney
Título: A Batalha
Número de páginas: 350 (epub)
Ano de publicação: 2013

Beijinhos

Criatura da área de exatas que ama ler e estudar além de esconder-se na bolha. Típico né? Apenas buscando um lugar discreto e elegante ao sol. Programadora web, leitora compulsiva, ama o belo e exótico, apreciadora de uma boa música.