Família

Viva o Agora!!

Foto de Flávio Sigel

Quantas vezes perdemos tempo olhando para trás, pensando em momentos que “éramos felizes e não sabíamos”? Ao invés de procurar trazer para o hoje a tal da felicidade. Ser feliz é um estado de espírito, e não depende de uma situação. Infelizmente desde pequenos ouvimos promessas de felicidade dos adultos, e nessa ilusão acabamos achando que a vida é assim “quando eu tiver dinheiro serei feliz”, mas quando se tem dinheiro vira “quando tiver um carro do ano serei feliz”, mas aí o indivíduo consegue o carro do ano e aí “quando tiver uma casa na praia serei feliz”, e com a casa, descobre-se que a felicidade ainda não é completa “quando conhecer tal país serei feliz”. E nisso, o tal país vira uma lembrança, e sua felicidade dura tanto quanto. Está certo isso?

Com certeza não!!

O erro mais comum é colocarmos nossa felicidade como algo diretamente dependente de outra pessoa. Tenha sempre em mente: sua felicidade não pode estar nas mãos de outro. Outro erro comum, é colocar nossa felicidade associada a uma coisa/objeto. E se essa coisa termina? Acaba a felicidade? É, em muitos casos sim. Quantos você conhece que o mundo acabou, quando passou por uma dificuldade que envolveu perdas?

Ganhar ou perder, não é a questão. O importante é o que você viveu. O caminho é o mais importante, pois quando chegamos ao objetivo, percebemos que, bem, não era tão assim como imaginávamos… Nossa imaginação consegue transformar chumbo em ouro rapidinho, e quando chegamos definitivamente, a frustração vem em igual escala. Livre-se disso!! Seja feliz agora! Não importa o que virá depois! Se não pudermos ser felizes agora, então, quando será??

Sabe, já vi e revi o vídeo do Cupcake no Cozinha Sigel, com o filhote, e refletindo sobre o que o maridão escreveu sobre o tempo passar: por que não aprender com as crianças? Em que a coisa mais simples pode se tornar uma situação muuuito divertida, qualquer situação pode ser eternizada, mas vai depender apenas de nós mesmos se aproveitamos ou não. Curtir o filhote bebê é uma coisa. Se tenho saudades desse tempo? Claaaaro que sim, foi uma fase. Hoje, estou (estamos) curtindo a fase das descobertas, o “bebê” está crescendo, e sei que logo  estaremos com saudades dessa outra fase também, e quero estar curtindo a fase seguinte…

Se cada um fizer sua parte, daqui uns anos teremos ótimas histórias para contar, e uma boa lembrança de momentos que não voltam mas que foram aproveitados até o último instante.

Fica para reflexão, beijinhos…

Criatura da área de exatas que ama ler e estudar além de esconder-se na bolha. Típico né? Apenas buscando um lugar discreto e elegante ao sol. Programadora web, leitora compulsiva, ama o belo e exótico, apreciadora de uma boa música.